Em recente relatório divulgado pelo World Wildlife Fund – WWF, coloca o Brasil como o 4º maior produtor de lixo plástico do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Índia, mas recicla apenas 1,28% do total produzido. Estados Unidos, China e Índia reciclam 34,6%, 21,9% e 5,7% respectivamente.

Dentre os maiores produtores de lixo plástico no planeta, o Brasil é o que menos recicla, ficando atrás de países como Yêmen e Síria, e bem abaixo da média mundial que é de 9%.

Segundo dados do Banco Mundial, mais de 2,4 milhões de toneladas do material são descartados de forma irregular, sem qualquer tipo de tratamento, em lixões a céu aberto. Outros 7,7 milhões de toneladas são destinadas a aterros sanitários. E mais de 1 milhão de toneladas sequer são recolhidas pelos sistemas de coleta.

A poluição pelo plástico afeta a qualidade do ar, do solo e sistemas de fornecimento de água, já que o material absorve diversas toxinas e pode levar até 100 anos para se decompor na natureza.

Os entraves no Brasil para uma taxa mais alta de reciclagem e descarte correto do lixo são muitos e passam por diferentes fatores, como a falta de estrutura para fazer coleta seletiva em larga escala e a questão da educação ambiental de fazer a separação do lixo.

Os dados inéditos do estudo realizado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF, sigla em inglês), serão apresentados na Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente, que será realizada em Nairóbi, no Quênia, de 11 a 15 de março.

Veja os números:

• Brasil produz 11.355.220 milhões de toneladas de lixo plástico por ano

• Cada brasileiro produz 1 kg de lixo plástico por semana

• Somente 145.043 toneladas de lixo plástico são recicladas

• 2,4 milhões de toneladas de plástico são descartadas de forma irregular

• 7,7 milhões de toneladas ficam em aterros sanitários

• Mais de 1 milhão de toneladas não é recolhida no país

FONTE: World Wildlife Fund – WWF – http://www.wasteexpo.com.br/news.html#news43

Please follow and like us: